Gastronômade Brasil, etapa Brasília/DF será no bucólico Haras da Lenda e o chef Leandro Nunes estará no comando desta edição

 

17498927_1635333319829367_9184891216618351198_n.jpg

Desconectar da agitada vida urbana, cheia de informações, às vezes é necessário e precisa dessa pausa para revigorar nossa capacidade de perceber o essencial.   Experiências simples que já não são novidade aqui, como participar de um almoço ao ar livre onde vários ingredientes que vão à mesa são cultivados localmente, mas vão muito além do prazer de desfrutar de boa gastronomia, são uma forma de renovar e compartilhar com os amigos a energia que nos move. Essa é a proposta desse incrível projeto Gastronômade Brasil.

Divulgacao - Etapa SP - Fazenda Vassoural.jpg

As experiências gastronômicas criadas pela Gastronômade Brasil são exemplos reais desta nova maneira de se reconectar com a vida, é posso garantir que é uma conexão entre natureza,  alimento e pessoas, absolutamente incríveis.

17522711_1635333516496014_3026968756060543104_n.jpg

 

O formato dos eventos mescla simplicidade com ousadia e estimula os amantes da alta gastronomia a colocarem o pé na estrada. Os locais destes encontros são, geralmente, inusitados: os jardins de um mosteiro, uma estufa de plantas ornamentais, terreiros de fazendas de café,  vinhedos, entre outros.

Divulgacao - etapa SP - Chef Dani Padalino.jpg

Os chefs renomados criam menus especiais com o que a região tem de melhor; Os gourmands de carteirinha, que hoje já ultrapassam 6.000 servidos em mais de 60 etapas bem-sucedidas em território brasileiro, relatam experiências enriquecedoras.

Julia Ramos

A turnê do segundo semestre percorre 6 estados do pais (SP, RJ, SC, PR, DF e RS). Aqui no Distrito Federal, a  etapa acontece no Haras da Lenda e terá o conceituado chef Leandro Nunes , do Restaurante Leo,  no comando do banquete que apresentara um menu com preciosidades do cerrado. Abaixo, detalhe do chef Lenadro e do Haras da Lenda.

 

Em anos anteriores, Lui Veronese, Marcelo Petrarca e Agenor Maia já comandaram etapas do Gastronômade Brasil no DF.

17499461_1635333329829366_2111138587510210056_n.jpg

 

As inscrições podem ser feitas pelo site www.gastronomadebrasil.com  e os ingressos custam R$ 289 por pessoa ( Lote 1) – R$ 309 (Lote 2 ) e R$ 329 (Lote 3) , preço que dá direito aos menus completos (7 etapas), harmonização de primeira linha e serviços.

Serviço:

Etapa Distrito Federal

Data: 23 de setembro 2017 – 13:00 h

Local: Haras da Lenda (Brasília/DF)

Chef: Leandro Nunes

Harmonização exclusiva: Monte Paschoal

Etapa Santa Catarina

Data: 16 de setembro de 2017 – 13:00 h

Local: Vinícola Villa Francioni (São Joaquim/SC)

Chef: Guilherme Schwinn

Harmonização exclusiva: Villa Francioni

Etapa São Paulo

Data: 17 de setembro de 2017 – 13:00 h

Local: Fazenda Capituva (São Joao da Boa Vista/SP)

Chef: Rodrigo Aguiar

Harmonização exclusiva: Monte Paschoal

Etapa Rio Grande do Sul

Data: 24 de setembro de 2017 – 13:00 h

Local: Fazenda do Bosque (Guaíba/RS)

Chef: Leonardo Magni & Liliana Andriola

Harmonização exclusiva: Salton

Etapa Rio de Janeiro

Data: 30 de setembro de 2017 – 13:00 h

Local: Fazenda Alliança (Barra do Pirai/RJ)

Chef: Bruno Duarte

Harmonização exclusiva: Salton

Etapa Paraná

Data: 01 de outubro 2017 – 13:00 h

Local: Estância Hidromineral Ouro Fino (Campo Largo/PR)

Chef: Laura Mocellin

Harmonização exclusiva: Famiglia Zanlorenzi

Edição: Su Maestri

IMG_5864.JPG
Su Maestri, Gastronômade Brasil edição  2016

Fotos: Divulgação

A famosa hamburgueria The Black Beef abre as portas na 402 sul

 

BLACK BEEF PAO AUSTRALIANO BURGUER BOVINO CHEDDAR E CEBOLAS CARAMELIZADAS - @ruinagaefotografia 080617.jpg

Brasília ganhará no próximo dia 3/8, sua primeira operação fast casual  com a inauguração da hamburgueria alagoana The Black Beef, na 402 sul. O conceito que oferece praticidade aliada a produtos de alta qualidade com preço final convidativo –  já é sucesso em redes americanas como Shake Shack, Smash Burguer e Chipotle.

A marca, que começou em um food truck há 3 anos em Maceió,  é uma febre e conquistou   o   mercado oferecendo o produto com qualidade gourmet e artesanal a baixo custo, em um ambiente charmoso com  atendimento no balcão, sem garçom.

CHEF DECO SADIGURSKY APOSTA NA CAPITAL FEDERAL E ABRE AS PORTAS NA 402 SUL FOTO DE ROMULO JURACY.jpg
Chef Deco Sadigursky

 O idealizador do negócio é o chef baiano Deco Sadigursky, que  viveu em Nova Iorque e trabalhou na  rede mexicana Rosa Mexicano. Ao voltar para o Brasil, realizou seu sonho e montou  um food truck com uma antiga ambulância emprestada por seu tio e a levou para Maceió, quando seus burgers caseiros caíram nas graças das pessoas na região.  “Fiz uma pesquisa e vi que os três produtos mais consumidos no mundo eram pizza, hambúrguer e hot dog. Apostei na carne e calculei uma venda de 50 unidades ao dia, para ter uma renda extra. A saída foi tanta que, na primeira semana, já vendia 50 em uma hora”, explica Sadigursky.

BATATAS BELGAS EXTRA CRISPY  COM DUPLA CROCÂNCIA É EXCLUSIVIDADE NO BRASIL - @ruinagaefotografia 080617.jpg

No cardápio, burgers que vão de R$ 15 a R$ 24, com blends de carne bovina e frango elaborados pelo chef Sadigursky, que confessa utilizar cortes que dão suculência à proteína utilizada, com uma proporção de 25% de gordura. Todos os meses, ele lança um burger que fica no cardápio por 30 dias, o que faz com que o cliente tenha sempre algo novo para experimentar, como burgers com cordeiro, camarão, lagosta, lombo de porco.

Os campeões de vendas da marca são o Black Rib (R$ 20)feito de costela bovina, maionese especial, muçarela, molho barbecue e bacon, em um exclusivo pão que é o híbrido do brioche com o pão de burger.  Outro carro-chefe é o Big Black Beef  (R$ 24) no pão australiano com doisburgers bovinos de 120g, muçarela, cebolas caramelizadas, cheddar e barbecue. Para as crianças, o Cheese burguer 120g (R$ 15), clássicoburguer com três vezes mais queijo e maionese, sanduíche que cabe na mordida dos pequenos.

Outra sensação do The Black Beef é a batata belga  da Crinkle Fries, marca que também fornece o produto para a rede nova-iorquina Shake Shak. Ela é servida  frita com uma casquinha crocante e a parte interna bem macia. Para ficarem ainda mais especiais, as batatas aparecem também em porções como as Brie N’ Fries (R$ 16) cobertas de queijo brie e geleia de pimenta com bacon e a Cheddar N’ Fries (R$ 15) cobertas com cheddar derretido e farofa de bacon.

Os  pães também são exclusivos da marca e criados pela chef e consultora de panificação, Valgra Mello da Padoca, de Alagoas. “Nossas receitas são exclusivas e não levam conservantes. Por isso, em cada praça elegemos uma padaria para testaremos e fabricarmos as fornadas do The Black Beef.

E para beber, além dos refris, as cervejas Eisenbahn Trigo e Pilsen (R$ 9) e o Chopp Heinken (R$ 9). Àqueles que não são amantes da boa cerva, o vinho Casa Valduga Priemium Cabernet Sauvignon 187 ml (R$ 14) para harmonizar com os burgers.

Os sócios investiram R$ 500 mil em Brasília, para a loja própria de 200 m2, com capacidade para 80 pessoas.  Após os três primeiros meses de funcionamento em Brasília, a The Black Beef iniciará o delivery e ainda abrirá na madrugada.

Pet friendly:  The Black Beef  recebe seu pet

pet_friendly.jpg

Até o melhor amigo do homem vai se deliciar com a The Black Beef. Os caninos foram lembrados e o chef Deco, um declarado pet friendly, criou o Menu Totó (R$ 6), composto de sorvete de baunilha com 100% de leite e biscoitos caninos . As receitas foram aprovadas por veterinários e também pelos cães. Para se deliciarem com o menu, os pets ganharam um espaço na varanda com água fresquinha, oferecida pela casa.

Arquitetura

Impossível não se surpreender com o projeto da loja  The Black Beef de Maceió, assinado pelo arquiteto pernambucano Mariano Teixeira (63). A fachada lembra um grande trailer com área externa repleta de mesas e cadeiras, para não perder a característica da proposta inicial da marca, a informalidade de uma loja de rua.  Espaço perfeito para acomodar também os cães. Tudo com bom gosto, mas seguindo o  estilo industrial, nítido instalações aparentes, chapas de alumínio, pinturas em preto, prata e detalhes em madeira, que trazem sofisticação e aconchego. O projeto arquitetônico será replicado para as lojas próprias e franquias.

The Black Beef

SCLS 402 Bloco B Loja 25

Aceita todos os cartões

Acessibilidade rampas e banheiros

Capacidade: 80

Espaço para pets

Fone: 61) 3225-7991.

Funcionamento:  De segunda a quinta das  11h às 16h e das 18h às 23h / Sextas e sábados a casa fecha à 1 hora da manhã.

Cardápio: http://www.theblackbeef.com.br/cardapio/

Edição: Su Maestri

Three Wine Men indicam espumante brasileiro para o quentíssimo verão europeu

Três dos mais influentes e reconhecidos especialistas em vinho e gastronomia na Europa acabam de indicar o Miolo Millésime Brut 2012 como um dos espumantes mais efervescentes para o verão europeu!

A lista foi divulgada durante o Let’s Get Fizzical, evento realizado no Reino Unido e encabeçado pelos ‘Three Wine Men’ Oz Clarke, conhecido por seu paladar e entusiasmo e considerado o escritor de vinhos mais popular na Grã-Bretanha; Tim Atkin, Master of Wine recentemente indicado entre os 5 especialistas em vinhos mais influentes do mundo; e Olly Smith, o Jolly Olly do Saturday Kitchen da BBC.

De acordo com Tim Atkin – MW, o Miolo Millésime Brut “é fresco, borbulhante e saboroso, com final cítrico”. Elaborado pelo Método Tradicional – com a segunda fermentação na garrafa – somente em safras excepcionais com as uvas Chardonnay e Pinot Noir, o espumante já havia conquistado o paladar de outro renomado inglês: o crítico Steven Spurrier o elegeu como o melhor espumante do Hemisfério Sul.

Adriano Miolo, superintendente da marca, explica que os espumantes Miolo “estão entre os rótulos brasileiros mais apreciados na Europa. É um mercado-foco para as exportações do grupo, onde é desenvolvido um trabalho consistente para conquistar cada vez mais os exigentes e criteriosos apreciadores europeus”.

O Miolo Millésime Brut – certificado com o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos – apresenta coloração amarelo palha com tons esverdeados e sua perlage é fina, abundante e persistente, expressando a alta qualidade do produto. Tem aromas de frutas cítricas, pera e abacaxi, e boa cremosidade. É perfeito como aperitivo ou mesmo desfrutado por si só.

Grupo Miolo

O Grupo Miolo possui projetos em 4 regiões do Brasil com vinhedos próprios: em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos – Vinícola Miolo (100 hectares); em Candiota (RS), Campanha Meridional – Vinícola Seival (200 hectares); em Santana do Livramento (RS), Campanha Central – Vinícola Almadén (450 hectares); e em Casa Nova (BA), Vale do São Francisco – Vinícola Terranova (200 hectares).

Edição: Su Maestri

2xJm3Z1nTkBWr4832pMXrwjP5vBPbafWPWI1QA7y5QdDrt099e9E19OK-eaO

 

Brasil expõe 28 novos rótulos na Cité du Vin em Bordeaux, considerado o maior parque temático de vinhos do mundo       

unnamed.jpg

Inaugurado há um ano, La Cité du Vin, em Bordeaux, na França, proporciona experiências culturais e sensoriais aos visitantes. Nos primeiros 12 meses de atuação, mais de 400 mil pessoas passaram pelo local.

la-cite-du-vin-a-bordeaux.jpg
Imagine um espaço com mais de 13 mil m², projetado em um prédio com design inspirado em um decanter, dedicado exclusivamente ao universo do vinho. Há um ano, o centro cultural La Cité du Vin (A Cidade do Vinho, em português), em Bordeaux, na França, possibilita que os amantes da bebida de Baco conheçam mais sobre os principais produtores mundiais. E, desde sua inauguração, em junho de 2016, os rótulos verde-amarelos estão sob os holofotes no espaço.

r0_0_729_410_w1200_h678_fmax.jpg

Neste período, 425 mil visitantes de 150 nacionalidades passaram pelo local e puderam conferir 15 produtos de 14 vinícolas brasileiras. Com um rodízio de rótulos a cada ano, novas opções de 12 empresas gaúchas chegarão até o início do mês de julho para se somar ao portfólio do que é considerado o maior parque temático de vinhos do mundo. A participação brasileira é viabilizada pelo projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em conjunto com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

Aurora, Campos de Cima, Casa Perini, Casa Valduga, Domno, Don Giovanni, Lidio Carraro, Miolo Wine Group, Mioranza, Nova Aliança, Peterlongo e Salton enviaram 504 garrafas de 28 rótulos para serem degustados. A expectativa é que até junho de 2018 outras 450 mil pessoas visitem o local.

unnamed (1).jpg

“La Cité du Vin foca na história mundial do vinho e proporciona aos visitantes experiências sensoriais com os produtos. A representatividade do Brasil no espaço o coloca em uma importante vitrine, ao lado de grandes países produtores.

download-11

Inserimos a categoria no principal museu de vinhos do mundo”, comemora o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini. “Neste ano dobramos o número de amostras, sendo que 70% dos produtos enviados foram de espumantes das vinícolas associados ao Wines of Brasil.

Utilizamos como estratégia a preferência por espumantes devido a aceitação do produto no mercado externo, constatado também no aumento das exportações da categoria, e as mais de mil medalhas conquistas em concursos internacionais”, completa o dirigente.

Em 2016, as comercializações de vinhos e espumantes no mercado externo cresceram 45% em valor e 43% em volume em comparação ao mesmo período do ano anterior. Os principais destinos dos rótulos verde-amarelos foram Paraguai, Estados Unidos, Reino Unido, Colômbia, China, Holanda, Japão, Alemanha, Finlândia e Canadá.

Conheça os rótulos brasileiros que estarão no La Cité du Vin:

Aurora
– Aurora Reserva Merlot
– Aurora Moscatel Branco Espumante
– Aurora Procedências Pinot Noir Espumante

Campos de Cima
– Campos de Cima Brut

Casa Perini     
– Casa Perini Moscatel

Casa Valduga 
– Casa Valduga Brut 130
– Casa Valduga Raízes Cabernet Franc

Domno
– Ponto Nero Brut

Don Giovanni 
– Don Giovanni Ouro Extra Brut

Lidio Carraro 
– Lidio Carraro Agnus Merlot
– Lidio Carraro Agnus Cabernet Sauvignon
– Lidio Carraro Dádivas Chardonnay
– Lidio Carraro Faces do Brasil Pinot Noir Rosé
– Lidio Carraro Dádivas Brut
Miolo Wine Group    
– Miolo Cuvée Tradition Brut
– Miolo Lote 43

Mioranza
– RIOBRAVO Moscatel
– RIOBRAVO Brut

Nova Aliança 
– Nova Aliança Moscatel

Peterlongo
– Privillege Brut Rosé
– Presence Moscatel Rosé
– Presence Demi-Sec
– Armando Memória Tannat

Salton
– Salton Intenso Marselan
– Brazil Intenso Brut
– Salton Poética
– Salton Reserva Ouro
– Salton Paradoxo

Edição: Su Maestri

2xJm3Z1nTkBWr4832pMXrwjP5vBPbafWPWI1QA7y5QdDrt099e9E19OK-eaO

FOTOS
Legenda 1:
 Projeto arquitetônico do prédio La Cité du Vin foi inspirado no design de um decanter
Legenda 2: Centro cultura francês conta com espaços temáticos, como sala de degustação, wine bar, biblioteca, auditório e simulador
Créditos: Anaka/La Cité du Vin, divulgação 

Veja como foi o maior evento de vinhos da Toscana, a 16ª edição Anteprima Vini della Costa Toscana – Vinho Capital

anteprimavini2017.jpg

Mais uma vez fui à Lucca na Toscana para participar da  16ª  edição da Anteprima Vini della Costa Toscana, que aconteceu no belo Real Collegio, nos dias 6 e 7 de maio de 2017.

19441406_1746660628696635_1103422257_n

A organização do evento teve a assinatura da Grand Cru da Costa Toscana, que é a associação dos produtores de vinho da costa do mar Tirreno, Est – EventServiceTuscany, patrocinado pela região da Toscana, província e cidade de Lucca, Câmaras de Comércio, Massa Carrara, Pisa, Maremma, com o apoio da  Strada dell’Olio e del Vino di Lucca, Fondazione Bertarelli e Conad, dentre outros.

7-1200x800.jpg

Dois mil visitantes entre italianos e estrangeiros movimentaram os corredores e claustros do monumental e histórico Real Collegio, nos dois dias de evento. Além de uma programação espetacular que movimentou a cidade.

AnteprimaViniCostaToscana©_RealCollegioCortile-1024x683

 

Reunidos 110 viticultores dos territórios da costa Toscana, sendo 7 da  província de Massa Carrara, 19 de Lucca, 22 de Pisa, 19 de Livorno e 23 Grosseto) e 6 winemakers convidados do Languedoc Roussillon/França,  para participarem do evento.

19-1200x800.jpg

 

No total estavam à disposição dos degustadores 600 rótulos, dos mais variados estilos provenientes da Costa Toscana.

AnteprimaViniCostaToscana©_Degustazione1.JPG-1024x584.jpg

Paralelamente à feira, acontecia degustações guiadas concorridíssimas e tive o privilégio de participar de todos de maior relevância, conduzidas por nomes de peso como:  Richard Baudains, Vito Intini, Bernardo Conticelli e Ernesto Gentili.

ore da re.JPG

O grande destaque para o MasterClass do raríssimo vinho siciliano “ 1932, Ore da Re – Um Vino in Ritrovato, por Andrea Bonini, diretor da Associação Luigi Veronelli, com Piermario Meletti Cavallari e Piero Cucchi.

re.JPG

Diversas atividades simultaneamente trouxeram  para a edição de 2017, mais movimento e fluidez com concertos de músicas clássicas,  duas sessões de autógrafos, sendo de Lorenzo Viani “O cipreste e a videira” e “Os grandes vinhos da Toscana”, de Ernesto Gentili. A área gastronômica movimentadíssima era palco para encontros e muito bate papo entre produtores e visitantes.

Como nos anos anteriores, a degustação de charutos toscanos e grappas foi sensacional, com harmonizações dirigidas por especialistas.

19433559_1746639512032080_.jpg

O Charuto Toscano é  feito a mão com folhas de tabaco kentucky, a origem desse tabaco é americana, porém se adaptou bem no clima e solo italiano. Tem como característica ser bem forte e capa bem rustica.

 

Esses charutos se mantem nesse formato a mais de 2 séculos, são enrolados com suas folhas molhadas. O processo de secagem leva mais de 1 ano.

Vale ressaltar o suporte excepcional da organização do evento para a área relacionamento com a  imprensa. Jornalistas especialistas em vinho e gastronomia do mundo inteiro teve um atendimento diferenciado dos anos anteriores. Fi realmente maravilhosa a edição de 2017.

AnteprimaViniCostaToscana©_.jpg

lucca.JPG

Sobre Lucca/Toscana

lucca-3-crop.jpg

A história da linda e acolhedora Lucca remonta 220 a.C., passou por domínio etrusco e posteriormente o romano. A pequena cidade é encantadora com seus portais e suas belas muralhas. Possui cerca de 80 mil habitantes com seu centro histórico muito charmoso, cheio de lojas, cafés e excelentes restaurantes que participam todos os anos do projeto Aspettando Anteprima Vini, que oferecem menus completos harmonizados com vinho da Costa Toscana a preços ótimos, variando entre 25 a 40 Euros por pessoa.

LuccaPucciniStatute

Lucca é também famosa por ser a cidade de nascimento de Giacomo Puccini (22/12/1858), famoso compositor de algumas das mais belas óperas do mundo, como La Bohéme, Madame Butterfly e Tosca.

14-1200x800.jpg

 

IMG_8062.JPG

19441434_1746639752032056_819979763_n.jpg

19477996_1746660672029964_1530864690_n.jpg

Edição: Su Maestri

2xJm3Z1nTkBWr4832pMXrwjP5vBPbafWPWI1QA7y5QdDrt099e9E19OK-eaO

Imagens: Su Maestri/Enrico Parrini

 

 

 

“Experiência Terroirs do Brasil”: Miolo apresenta seu novo curso

unnamed (2).jpg

Pioneira em promover e difundir conteúdo de qualidade sobre o mundo dos vinhos, a vinícola Miolo anuncia a programação do novo curso ‘Experiência Terroirs do Brasil’, que vai proporcionar uma viagem no universo dos vinhos e espumantes.

 O programa conta com um dia dedicado à apresentação de conceitos do mundo vitivinícola, análise sensorial e, claro, degustação e harmonização. Durante a Experiência Terroirs do Brasil, os participantes irão degustar vinhos dos principais terroirs brasileiros onde a Miolo desenvolve seus quatro projetos: Vale dos Vinhedos (Vinícola Miolo), Campanha Meridional (Vinícola Seival), Campanha Central (Vinícola Almadén) e Vale do São Francisco (Vinícola Terranova).

 Eles também vão passar por conceitos de viticultura, visitarão os vinhedos e as modernas instalações da vinícola, além de aprenderem sobre o serviço do vinho.

 “A Miolo se preocupa com a informação e a formação do consumidor, do apreciador e doprofissional do vinho. No nosso novo curso os alunos vão além do ato de degustar e analisar tecnicamente um rótulo. Queremos que ele expanda seus conhecimentos sobre o vinho. Por isso, incluímos uma aula que trata de uma das grandes conquistas do setor, que é o selo de Denominação de Origem Vale dos Vinhedos”, explica Adriano Miolo, superintendente do grupo, se referindo à primeira região certificada do Brasil com um selo que indica que o vinho foi produzido sob normas que preservam sua identidade e garantem sua altíssima qualidade – assim como acontece na região francesa de Champagne.

 Toda a intensa programação é conduzida por enólogos e sommeliers da Miolo. O investimento para o curso é de R$ 350,00 por pessoa e o valor pago inclui material didático de apoio, almoço, taça personalizada da vinícola e certificado de participação. O horário do curso é das 9 às 17h30 e em 2017 as datas programadas são: 10 de junho, 12 de agosto, 21 de outubro e 9 de dezembro.

SERVIÇO

Curso ‘Experiência Terroirs do Brasil’

Vinícola Miolo: RS 444 Km 21 / Linha Leopoldina / Vale dos Vinhedos /

Bento Gonçalves/RS

Valor: R$ 350,00 por pessoa

Horário: 09 às 17h30

Datas em 2017: 10 de junho, 12 de agosto, 21 de outubro e 9 de dezembro

Contatos para reservas e mais informações: (54) 2102-1540

*Transporte não disponibilizado.

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Imagem: Divulgação

 

Projeto Winemaker em sua 5ª edição movimenta Grupo Miolo

 aehtrrjnstymdyu.jpg

Idealizador do único curso da América do Sul destinado à formação de enólogos amadores, o Grupo Miolo anuncia a chegada da 5ª turma do seu pioneiro Projeto Winemaker: Na última semana, a vinícola recepcionou 20 aprendizes de diversas regiões do Brasil para participar da terceira etapa do intenso programa de aulas para a elaboração do próprio vinho.

Conduzido por Adriano Miolo, enólogo da Vinícola Miolo, e desenvolvido pela Escola do Vinho, o programa tem como principal objetivo proporcionar uma experiência completa aos apaixonados pelo universo do vinho e é formado por quatro encontros (elaboração de vinho tinto, maturação das uvas, colheita, definição do corte e envelhecimento).

awinemaker-e1470688402746

Neste terceiro encontro, que acontece durante o período da safra, os aprendizes irão participar de todo o processo realizando colheita de uvas, seleção manual dos cachos, adição do SO2, pé-de-cubade enzimas de outros produtos enológicos, além de análises e degustações.

hotel_-e_spa_do_vinho.jpg

Durante o período das aulas, os participantes permanecem hospedados no luxuoso Hotel e SPA do Vinho Caudalie, que fica em frente à Miolo. Além das atividades inerentes ao curso, participam também de degustações especiais, jantares e almoços temáticos e harmonizados.

O vinho elaborado através do programa Winemaker é um Merlot, que pode receber em seu corte outros vinhos, a serem definidos pelo grupo. O vinhedo exclusivo Winemaker é uma das melhores parcelas do vinhedo da família e está localizado dentro do Lote 43, na região demarcada do Vale dos Vinhedos.

Informações para a imprensa: CH2A Comunicação

Direção: Alessandra Battochio Casolato – alessandra.casolato@ch2a.com.br

Coordenação: Magaly Corgosinho – coordenadoria@ch2a.com.br

Tel.: +55 11 3253.7052 | +55 11 9 9239 0569

Assessoria de imprensa | Textos e Conteúdo | Eventos

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

 

Com pintura de Van Gogh estampada no rótulo, Miolo cria vinho exclusivo para a KLM Royal Dutch Airlines

Uma das marcas mais reconhecidas do Brasil, a vinícola Miolo acaba de anunciar uma parceria com a tradicional KLM Royal Dutch Airlines, que oferecerá na primeira classe e na classe executiva de seus voos um vinho elaborado exclusivamente pela vinícola brasileira para a companhia holandesa.

A partir de abril deste ano, quem voar pela KLM poderá apreciar um Tempranillo 2013 inédito no mercado e com rótulo personalizado, que traz estampada a obra Still Life: Vase with Irises Against a Yellow Background, do consagrado Van Gogh, pintor holandês considerado o maior representante do Impressionismo, estilo artístico que ficou conhecido por transmitir visualmente as formas oriundas da natureza e as variações provocadas pela incidência da luz.

Elaborado sob encomenda para a KLM, 14 mil garrafas do vinho serão exportadas para a Holanda exclusivamente para esta parceria com a companhia aérea. “É a primeira vez que uma vinícola brasileira fornece vinhos para a KLM. A escolha da Miolo para desenvolver o vinho foi devido não só à nossa qualidade, como também por sermos uma marca reconhecida no mercado holandês, onde temos grande êxito em nossas exportações”, explica Fabiano Maciel, Europe Export Manager da Miolo.

As negociações começaram em outubro de 2014, depois que um comprador da KLM visitou a vinícola durante a Copa do Mundo. O contato entre a Miolo e a companhia holandesa foi mediado pela Activin B.V., importador da vinícola na Holanda. “Esta é uma oportunidade excelente para reforçarmos nossa imagem não somente na Holanda, mas em diversos países”, finaliza Maciel.

A KLM Royal Dutch Airlines, fundada em 1919, é a companhia aérea mais antiga ainda em funcionamento sob o seu nome original. A empresa é, desde 2004, parte do grupo Air France e opera voos para mais de 130 destinos em todo o mundo. A licença para concessão do uso da imagem estampada do rótulo é da KLM.Van Gogh

Fonte: CH2A Comunicação

Blog no WordPress.com.

Acima ↑