Páscoa inspiradora no Ristorante Limoncello

_DX_0130.jpg

O Chef Wilian Mateus do Limoncello preparou criações exclusivas para o final de semana da Páscoa, para serem servidos no almoço e jantar de sexta, sábado e domingo.

A sugestão é o clássico bacalhau em uma leitura inspiradora do chef Wilian: Bacalhau,  bouillon de coco e dendê, terra de azeitona, confit de tomate e mousseline de batata baroa, por R$95,00

foto-1912017-184526-Novo-chef.jpg

Para coroar o menu, uma sobremesa soberba, onde o chocolate é a estrela: Texturas de chocolate, uma composição de milkshake de chocolate, trufa de chocolate, mousseline e bolo de chocolate por R$45,00

_DX_0038.jpg

O badalado menu da casa criado pelo chef Wilian também será  servido.

O Ristorante Limoncello  manterá seu horário de funcionamento, na sexta e sábado para almoço e jantar e domingo, apenas almoço.

LIMONCELLO RISTORANTE

CLS 402 BLOCO A LOJA 33

Reservas: 61-32263208 ou 61-984518698 ou reservas@limoncelloristorante.com.br

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Miolo embarca nos luxuosos iates Intermarine na Rio Boat Show

8936-01

A vinícola Miolo embarca nos luxuosos iates Intermarine e confirma sua participação no Rio Boat Show 2017, que acontece até o dia 11 de abril na Marina da Glória, no Rio de Janeiro.

 Durante o evento, o premiado espumante Miolo Cuvée Tradition Brut será servido aos convidados do lounge da Intermarine e também estará na popa gourmet de alguns iates. O rótulo irá brindar, ainda, cada nova compra realizada e dará o tom do coquetel exclusivo para os principais clientes do estaleiro no dia 7 de abril.

 “Essa parceria representa a união de duas marcas protagonistas em seus segmentos. Somos referência no setor de espumantes e vinhos finos no Brasil e a Intermarine está à frente na categoria alto luxo. Para harmonizar com um cenário tão inspirador como é o mar, selecionamos o Miolo Cuvée Tradition Brut, um dos nossos espumantes mais sofisticados, que certamente vai encantar os sentidos dos clientes da Intermarine”, comemora Adriano Miolo, superintendente da Miolo.

 A relação do Cuvée Tradition Brut com o mar vai além: neste momento, um lote do espumante está submerso em uma cave submarina na França, de onde serão retirados no final de 2017.

 Grupo Miolo

O Grupo Miolo possui projetos em 4 regiões do Brasil: em Bento Gonçalves (RS), no Vale dos Vinhedos – Vinícola Miolo (100 hectares); em Candiota (RS), Campanha Meridional – Vinícola Seival (200 hectares); em Santana do Livramento (RS), Campanha Central – Vinícola Almadén (450 hectares); e em Casa Nova (BA), Vale do São Francisco – Vinícola Terranova (200 hectares).

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

 

 

 

 

Simpósio Internacional Vinho e Saúde contará com a presença de especialistas do Brasil e Exterior

unnamed (1).jpg

Prevenção de doenças cardiovasculares, redução da pressão arterial, diminuição do risco de aparecimento de enfermidades neurológicas, prevenção de envelhecimento precoce e auxílio na redução de peso são apenas alguns dos inúmeros benefícios que a uva e seus derivados podem proporcionar a saúde. Pesquisas relacionadas ao tema, encabeçadas por grandes especialistas do Brasil e do Exterior, serão apresentadas entre os dias 1º e 3 de junho, durante III Simpósio Internacional Vinho e Saúde, que ocorrerá na Fundação Casa das Artes, em Bento Gonçalves (RS).

2d7e9837264280b04de7d2333e639769_M.jpgAlém da exposição de trabalhos, estão confirmados 10 palestrantes brasileiros e seis internacionais. Entre os nomes estão os do presidente de honra do evento, o médico cardiologista e professor emérito da Universidade de São Paulo (USP), Protásio Lemos da Luz, do Instituto do Coração (InCor), e da professora doutora Rosa María Lamuela Raventós, pesquisadora do Departamento de Ciência da Nutrição e da Alimentação da Universidade de Barcelona.

A dupla participará da conferência de abertura coordenada pela biomédica, mestre e doutora em Biotecnologia e pós-doutora pela Georgetown University Medical Center, Caroline Dani. Luz discorrerá sobre o tema “A História do Vinho e Saúde”, abrangendo os benefícios do consumo de vinho ao coração, enquanto Rosa abordará os estudos do Predimed Trial, enfatizando as vantagens da dieta mediterrânea para a saúde. Os especialistas também participarão de mesas redondas relacionadas aos assuntos.

“Vejo grande importância no evento por três aspectos. Primeiro, a indústria nacional mostrará sua capacidade. Segundo, o comercial: há interesse crescente no mercado brasileiro. Terceiro, o vinho é parte da alimentação, e alimentação saudável é essencial na promoção da saúde populacional. Novas pesquisas são naturais, e acompanham o desenvolvimento do conhecimento científico, além disso, os consumidores também se interessam, tanto pela qualidade dos produtos, como pelo potencial efeito benéfico deles”, avalia o presidente de honra III Simpósio.

Interessados em participar devem se inscrever no site www.simposiovinhoesaude.com.br. O segundo lote de matrículas segue até 20 de maio. Os valores variam de R$ 100 a R$ 250. Após esta data, até a realização do evento, as inscrições passam a custar de R$ 130 a R$ 300. Grupos a partir de 10 pessoas têm 20% de desconto. Para a obtenção do desconto, o grupo deverá enviar a listagem dos inscritos para o  e-mail info@simposiovinhoesaude.com.br.

Além de profissionais das áreas da saúde e educação, a iniciativa tem como públicos-alvo enólogos, agrônomos e demais pessoas ligadas à vitivinicultura, formadores de opinião, imprensa e outros profissionais com afinidade ao tema.

diegobert1
Diego Bertolini, gerente de Promoção da Ibravin

 “Uma das estratégias de comunicação setoriais do Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho) é cada vez mais incentivar pesquisas sobre os benefícios do vinho e do suco à saúde, com o grande objetivo de disseminar essas informações para o consumidor. O Simpósio é um pilar importante nessa estratégia. Faz com que a gente reúna os principais especialistas e pesquisadores para discutirem esses benefícios e fazerem essa troca de experiência e divulgação dos resultados, além de estimular novos mestrandos e doutorandos a desenvolverem projetos relacionados ao tema”, acredita Diego Bertolini, gerente de Promoção do Ibravin.

O III Simpósio Internacional Vinho e Saúde é uma realização do Ibravin com apoio da Associação Brasileira de Enologia (ABE), da Embrapa Uva e Vinho, da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – fundação do Ministério da Educação (MEC) – e da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul (Fapergs).

Pesquisas inéditas serão premiadas
A programação do Simpósio Internacional Vinho e Saúde contará ainda com um espaço para pesquisas inéditas, cuja apresentação poderá ser feita de forma oral ou por meio de pôster. As selecionadas serão publicadas em revista científica e as melhores nas modalidades serão premiadas. As inscrições para a submissão de trabalhos seguem até 20 de abril, pelo site www.simposiovinhoesaude.com.br.

PROGRAME-SE
III Simpósio Internacional Vinho e Saúde – Os Benefícios da Uva e Seus Derivados
Quando: 1° a 3 de junho de 2017
Onde: Fundação Casa das Artes (Rua Henry Hugo Dreher, 127 – bairro Planalto), em Bento Gonçalves (RS)
Palestrantes confirmados:
Alexandre Sérgio Silva (UFPB)
Andressa Bernardi (Fiocruz)
Carlos Paviani (Ibravin)
Caroline Dani (IPA)
César Fraga (UC Davis – Estados Unidos)
Daniel Araki Ribeiro (UNIFESP)
Katya Rigatto (UFGRS)
Marilde Terezinha Bordignon (UFSC)
Mauro Celso Zanus (Embrapa Uva e Vinho)
Mirian Salvador (UCS)
Patrizia Orteiza (UC  Davis – Estados Unidos)
Philippe Jandet (University of Reims – França)
Protásio Lemos da Luz (InCor)
Raul Zamora Ros (Universidade de Barcelona – Espanha)
Rosa María Lamuela Raventós (Universidade de Barcelona – Espanha)
Vitor Manfroi (UFRGS)
Inscrições: www.simposiovinhoesaude.com.br.

Grupos a partir de 10 pessoas devem se
inscrever por meio do e-mail info@simposiovinhoesaude.com.br

 

Começa a colheita de uvas da safra 2017 na Vinícola Villa Francioni

COLHEITA VF .jpg

Mais de 30 funcionários se revezam na colheita manual das uvas, nos vinhedos próprios da vinícola Villa Francioni em São Joaquim. O trabalho começa cedo, já nas primeiras horas da manhã, para evitar as altas temperaturas. Como a sede da empresa fica próxima ao vinhedo a vinificação acontece num curto espaço de tempo o que garante que as uvas sejam processadas em perfeitas condições. A área plantada é de 26 hectares, cenário onde são cultivadas as variedades: Cabernet Sauvignon, Cabernet Franc, Merlot, Malbec, Syrah, Sangiovese, Pinot Noir, Petit Verdot, Chardonnay e Sauvignon Blanc.

unnamed (1).jpg

Para este ano a previsão está mantida, segundo o enólogo Nei Rasera, serão colhidas cerca de 160 toneladas de uvas. “Como o inverno passado o clima se comportou de maneira exemplar para o bom desenvolvimento das videiras, com chuvas concentradas e muitos dias de sol e noites frias, acreditamos que a safra 2017 será de grande qualidade para a Villa Francioni”, afirma Rasera. O volume colhido irá gerar a produção de mais de 160 mil garrafas neste ano.

xvilla-francioni-safra

“Esta safra novamente irá permitir que a Villa Francioni produza vinhos magníficos e de longa guarda”, comemora a presidente da Villa Francioni, Daniela Borges de Freitas, que aguarda também a presença de milhares de turistas nesta época de ano, atraídos pela programação da Vindima de Altitude 2017 e também  dos atrativos da própria vinícola que permite ao visitante vivenciar a experiência do terroir de altitude, através de visitas guiadas seguidas de degustação.

A colheita iniciou pela variedade Sauvignon Blanc, as tintas devem ser colhidas no final de abril.

www.villafrancioni.com.br

 

 

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Fotos: Wagner Urbano

Vinhos e Turismo em Bordeaux com a Cris Sigrist

 

photo.jpg
Cris Sigrist

Tive o prazer de conhecer essa grande profissional em um Wine Dinner  que aconteceu em Brasília em  2014, onde apresentou cinco dos mais pontuados Grands Crus de Bordeaux. A desenvoltura e conhecimento de Cris Sigrist  me chamou a atenção e fiquei fascinada com suas explanações sobre  os grandes vinhos de  St Julien, Margaux, Saint-Emilion, Pomerol e Sauternes.  Desde então, estreitamos nossos laços de amizade e já nos encontramos outras vezes, consagrando uma grande  amizade com as bençãos de Baco.

17204338_1616564851706214_1027273725_n.jpg
Wine Dinner  Grands Crus de Bordeaux

Conheça o perfil de Cris Sigrist, especialista em vinhos bordalêses,  correspondente do Blog Vinho Capital, que nos brindará com matérias sobre o turismo e os famosos vinhedos de Bordeaux/França, onde reside e recebe brasileiros para temporadas de grandes descobertas.

vinhedos de sauternes
Vinhedos de Sauternes

“Geralmente me perguntam como vim parar no mundo do vinho… Acho que esse processo foi acontecendo da forma mais natural possível. Tenho um lado hedonista e o vinho sempre fez parte dos prazeres cotidianos.

hbn.jpg

Ainda no Brasil, casei-me com um Bourguignon e de tabela, ganhei um sogro « Chevalier du Tastevin », a mais importante confraria da Bourgogne, que me influenciou bastante. Pouco a pouco, o vinho, sempre presente em minha vida, foi se tornando um produto que atiçava cada vez mais minha curiosidade. Comecei a devorar livros, visitar vinícolas, degustar vinhos do mundo inteiro, na eterna busca de desvendar seus segredos e acabei me apaixonando mais e mais por este mundo.

degustação em Saint-Estephe
Degustação em Saint-Estèphe

Em 2005 minha família e eu acabamos nos mudando para a França, mas especificamente para a região da Champagne, e claro, nossos vizinhos e amigos eram viticultores, bem generosos e faziam questão de compartilhar conosco, seus conhecimentos enológicos. Há mais de dez anos aterrisamos e escolhemos Bordeaux para ser o nosso lar.

cris sgrist

Aqui, diante deste incrível vinhedo, assumi de corpo e alma, meu lado enófilo. Em 2011, tive a sorte de trabalhar, num château da AOC Pessac-Léognan, e que aprendizado ! Nesta mesma época, muitos brasileiros estavam visitando a cidade e, como tinha feito antes uma formação como guia turística, comecei a acompanhá-los na descoberta das diversas regiões, que formam o vinhedo bordalês.

Pouco a pouco fui conhecendo as propriedades e também, os proprietários dos châteaux. E ao longo desses anos, fui me familiarizando com os diversos terroirs, que fazem os inúmeros estilos dos vinhos de Bordeaux, assim como os vinhedos de outras regiões do oeste da França. Há alguns anos atrás, quis me especializar em vinhos de Bordeaux, para isso, voltei « ao banco da escola » encadeei algumas formações (Ecole du vin, WSET, CAFA, etc..), participei de muitas palestras e seminários, e confesso que continuo aprendendo todos os dias.

tumblr_inline_of8zaoAriS1ux6b73_400.png

Atualmente me sinto muito mais a vontade, para além de acompanhar os visitantes na descoberta do vinhedo bordalês, poder compartilhar o que aprendi, sobre esse vinhedo e seus vinhos excepcionais, através de masterclasses e wine-dinners, participando como jurada nos diversos concursos de vinhos, montando a carte de vinhos de restaurantes, ou simplesmente aconselhando os consumidores finais, a escolherem os vinhos de Bordeaux, conforme seus gostos.

Claro que, a imersão de uma mulher, num mundo que antes era bem masculino, exige que você faça as suas provas, mas com humildade, perseverança e muita ética, as pessoas acabam confiando em seu trabalho. Apesar de muita dedicação e alguns sacrifícios, trabalhar no universo do vinho é uma escolha e ao mesmo tempo uma grande chance. Como digo sempre, infelizmente não caí num barril quando criança, mas tive a sorte de cair, no momento certo, em Bordeaux”.

Cristina Sigrist – Vinhos e Turismo França – Brasil

http://www.vinhos-turismo-bordeaux.com/

Facebook: Cristina Sigrist

whatsApp: + 33 (0)6 23 43 04 63

Edição: Su Maestri

Fotos: Cris Sigrist

Os espumantes que vou degustar nas festas de fim de ano. Vou de brasileirinhos!

garrafa-2.png

Essa semana recebi  muitos e-mails e mensagens perguntando que espumantes eu indico, ou quais eu vou beber nas festas de natal e ano novo. Pois bem, vou compartilhar com vocês os espumantes que separei para as festas natalinas e que também degusto o ano todo, pois são excelentes.

O Brasil é mundialmente reconhecido pelos excelentes espumantes que produz, então, entrará nas minhas harmonizações só espumantes nacionais, afinal, em tempos de crise, temos que aliar qualidade e preço, e devo dizer que isso os nossos espumantes tem de sobra. Qualidade está na essência das nossas vinícolas, então, vou prestigiar os ótimos produtos produzidos no Brasil, escolhendo 3 estilos de espumantes com características distintas que certamente agradará a todos os convidados: Nature, Brut, e Moscatel

Começo pelos espumantes da Vinícola Santa Augusta que produz sua linha de vinhos de Altitude em Santa Catarina, e tem seus espumantes premiados em diversos concursos internacionais. Aqui tem qualidade e preço justíssimo.

novidade-3

Espumante Santa Augusta Brut – Elaborado pelo método charmat, com o corte Cabernet Sauvignon (54%), Chardonnay (30%) e Merlot (16%). Cor amarelo palha muito límpido e perlage de média para fina. Muito fresco, lembrando furtas cítricas e maça verde. Na boca muita cremosidade e elegância.

Espumante Santa Augusta Moscatel – Meu preferido para acompanhar sobremesas, este espumante possui muita tipicidade da Moscato, boa acidez, leveza e doçura. Esse também vai para os convidados que preferem bebidas docinhas, porém sem ser enjoativas, e, aliada à elegância.

1fbkn5 (1).png

Cava Geisse Espumante Terroir Nature – Produzido em Pinto Bandeira/RS,  elaborado pelo método tradicional, um corte de Chardonnay  (42%) e Pinot Noir (58%),  com 42 meses de guarda, portando muita complexidade,  personalidade e caráter. Cor amarelo palha brilhante e delicados reflexos dourados, perlage finíssima e abundante. Me agrada muito os aromas de flores brancas e os tostados. Excelente persistência!

1474507706779.jpg

Como minha família é muito grande, o reforço virá do espumante Forestier Nature Champenoise, um corte de Chardonnay (70%) e Pinot Noir (30%), e devo dizer que estou muito ansiosa  para conferir a nova proposta que está marcando o relançamento da grife Maison Forestier,  pioneira na produção de vinhos no Brasil, e que agora vem com uma proposta contemporânea na elaboração de vinhos e espumantes para o mercado  brasileiro. E tem mais  novidade vindo por ai, que será o lançamento do espumante Blanc des Blancs, promessa da Gran Legado, dona da marca que produz seus vinhos no Vale dos Vinhedos, Bento Gonçalves/RS  Vamos conferir!

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Imagens: Divulgação/Internet

Agradecimentos: Maison Forestier/Gran Legado/Vinícola Santa Augusta.

 

Tejo Restaurante inaugura nova adega

tejo-9.jpg

 O Tejo Restaurante acaba de inaugurar sua nova adega e ampliar sua carta de vinhos que passa a ter mais de 300 rótulos. O Sommelier Eugenio Cue, responsável pela nova carta, conta que o foco dos novos rótulos foi principalmente nos países do velho mundo como, Portugal, Espanha, França e Itália, sem naturalmente esquecer os ótimos rótulos do Chile, Argentina e, claro, Brasil – com os espumantes. Ele também afirmou que a casa possui vinhos para todos os gostos, indo dos rótulos mais envelhecidos até os mais jovens.

cue
Eugenio Cue – Sommelier do Tejo

Além disso, garrafas de tamanhos especiais – 1500ml, 3l, 5l e 15l – entraram na carta, especialmente para quem quer comemorar alguma data especial. Para amantes do vinho, vale lembrar que o Tejo mantém a promoção “Traga seu Vinho”., caso você é daqueles que gosta de levar seu vinho favorito para o restaurante, todas as terças e quartas, no almoço e no jantar, a primeira rolha sai de graça.

tejo-16.jpg

O Tejo Restaurante possui cardápio e design inspirados na terra natal de Manuel Pires, um dos sócios da casa. O nome é homenagem ao rio que banha a cidade de Lisboa. O restaurante ainda conta com dois salões no piso de baixo e uma charmosa varanda. Para quem quer fazer eventos privativos, o segundo andar é o lugar ideal, onde se encontra, inclusive, a adega.

Serviço

Tejo Restaurante

Endereço: 404 Sul, Bloco B, loja 27

Horário de funcionamento: de terça a sábado para almoço e jantar e aos domingos, somente para almoço.

Telefone: 3267 7005

 Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

 

ProWine Chinesa surpreende vinícolas brasileiras que superaram metas comerciais

ProWine China - CRÉDITO Mônica Dornelles (2).JPGVinícolas Aurora, Miolo, Peterlongo e Salton devem alcançar US$ 410 mil em comercializações nos próximos 12 meses após negócios na ProWine

A participação inédita de vinícolas brasileiras na ProWine China, que ocorreu entre os dias 7 e 9 deste mês em Shangai, deve resultar em US$ 410 mil em vendas. Durante os três dias de feira, representantes da Aurora, Miolo, Peterlongo e Salton fizeram 63 contatos e, para os próximos 12 meses, esperam efetivar 20 contratações com importadores e distribuidores do país oriental. A ação integrou o projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), para divulgação dos vinhos no mercado externo.

As quatro empresas participantes avaliaram positivamente a ProWine China como uma importante estratégia de posicionamento e prospecção no mercado e uma ótima oportunidade para que os chineses pudessem conhecer um pouco mais sobre os vinhos brasileiros. Grande parte dos visitantes do estante eram nacionais e ficaram impressionados com a qualidade das bebidas verde-amarelas. Devido à preferência dos chineses por produtos mais adocicados, os vinhos e espumantes com uva moscato e o suco de uva 100% integral se destacaram entre as opções.

As quatro vinícolas brasileiras já confirmaram presença na ProWine 2017. Para o próximo ano, o projeto Wines of Brasil espera reunir seis empresas no local.

Saiba mais:

A China é um dos países que registra o maior crescimento no consumo de vinhos no mundo. Segundo dados da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o país consumiu 1,6 bilhão de litros em 2015, sendo o 5º maior mercado da bebida no mundo. Com relação à importação de vinhos brasileiros, as vendas para o país asiático cresceram 7,5% em 2015 se comparado ao ano anterior. Neste ano, até o mês de agosto, foi registrada a comercialização de 34 mil litros de vinhos e espumantes brasileiros para a China.

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Imagem: Mônica Dornelles/Ibravin

Legenda: Vinhos e espumantes com uva moscato e suco de uva 100% integral se destacaram entre as opções verde-amarelos na ProWine China.

Vinícolas brasileiras prospectam negócios de US$ 400 mil na edição chinesa da ProWine

Foto André Bezerra.jpg

 Edição chinesa da ProWine ocorreun nos dias 7 e 9, em Shangai. Participação das empresas foi viabilizada pelo projeto Wines of Brasil 

A participação das vinícolas brasileiras na ProWine China, que ocorreu nos dias 7 e 9 deste mês, pode ter resultado em vendas que, pela projeção podem chegar a US$ 400 mil. Essa projeção é também para aquecer e  ampliar o mercado para os vinhos brasileiros num dos países que mais cresce em consumo em todo o mundo. A estimativa de comercialização foi feita pelas vinícolas Aurora, Miolo, Peterlongo e Salton, que participarão com representantes em Shanghai. A ação integra o projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), órgão vinculado ao Ministério das Relações Exteriores para divulgação dos vinhos no mercado Externo.

Dirceu-Scottá.jpg
Dirceu Scottá, presidente da IBRAVIN

O presidente do Ibravin, Dirceu Scottá, explicou que o objetivo é posicionar os vinhos, espumantes e sucos de uva brasileiros ao lado de marcas mundialmente consagradas. “A ideia é prospectar contatos comerciais e gerar novos negócios. O Wines of Brasil vê a China como um mercado bastante atrativo e com potencial para se consolidar como um dos principais destinos para o vinho brasileiro”, afirma.

A China é um dos países que registra o maior crescimento no consumo de vinhos no mundo. Segundo dados da Organização Internacional da Vinha e do Vinho (OIV), o país consumiu 1,6 bilhão de litros em 2015, sendo o 5º maior mercado da bebida no mundo.

Com relação à importação de vinhos brasileiros, as vendas para o país asiático cresceram 7,5% em 2015 se comparado ao ano anterior. Neste ano, até o mês de agosto, foi registrada a comercialização de 34 mil litros de vinhos e espumantes brasileiros para a China. “Apesar do volume ainda ser baixo, verificamos um interesse que vem crescendo pelos nossos produtos e a participação na ProWine certamente reforçará nossa presença no mercado”, conclui Scottá.

 O mercado chinês para vinhos:

– Em 2015 o Brasil exportou 75 mil litros para a China, 7,5% a mais que em 2014

–  34.485 litros foram comercializados para o país de janeiro a agosto de 2016

– A China é o 5º maior consumidor mundial de vinhos, ficando atrás de Estados Unidos, França, Itália e Alemanha

– Em 2015 foram consumidos 1,6 bilhão de litros no país

– Os chineses detém a segunda maior área mundial de vinhedos, com 830 milhões de hectares

– Da produção total de uvas no país, 12% são destinadas à produção de vinhos, sendo a China o 6º maior produtor global, com 1,15 bilhão de litros

Para mais informações sobre a feira: www.prowinechina.com
Local do site destinado a imprensa: www.prowinechina.com/channels/32.html

Crédito: André Bezerra
Legenda: Wines of Brasil levará quatro vinícolas para a edição chinesa da ProWine

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Blog no WordPress.com.

Acima ↑