Inaugurado o mais novo Wine Bar da Capital, na 410 Sul

17425976_13996996667.jpg

Os enófilos de Brasília já podem comemorar a chegada do novo bar de vinhos da capital,  localizado no bloco C da 410 Sul: o WorldWine Bar.

O espaço é um presente para os amantes de vinho  que poderão escolher dentre 400 rótulos disponíveis na casa.

17426030_16322715.jpg

O bar de vinhos é uma extensão da loja da World Wine, que funciona ao lado. Bastante descolado, o local oferece centenas de opções de rótulos, bastando escolher na diversificada carta, que tem uma seleção especial de vinhos de 16 países diferentes ou  poderá adquirí-lo diretamente na loja.

Os preços para todos os gostos e bolsos, variam de R$47 (Infinitum Nero de Troia) a R$1.270,00 (Chateau d’Armaillac) a garrafa. Em abril, o bar contará também com uma máquina Enomatic,  que é um dispensador de vinhos em taças, que garante a total integridade da bebida.

World Wine Brasília Marc
Os empresários Marcos Rachelle e Keller Alves

À frente do empreendimento estão os empresários Keller Alves e Marcos Rachelle, que acompanham de perto todo o movimento das duas casas.

Para acompanhar as bebidas, o winebar oferece uma série de comidinhas especialmente criadas para harmonizar com os vinhos. Destaque para as tábuas de frios espanhola (R$70,00) e francesa (R$80,00), elaboradas com produtos importados dos respectivos países e altamente selecionados. Também merece atenção a porção de “meat pizza” com 4 unidades pequenas (R$32,00), uma invenção da casa que está sendo testada e substitui a tradicional massa por carne. O cardápio do World Wine Bar não é fixo e a cada estação haverá novidades.

O Wine Bar fica aberto das 18h à meia-noite, de terça a sábado.

Sobre World Wine

A World Wine é uma das maiores referências na difusão da cultura do vinho no Brasil e detentora de um portfólio repleto de grandes produtores, com mais de dois mil rótulos do mundo todo. Suas lojas reúnem em um só ambiente a sofisticação, qualidade e diversidade. Promove também, em todas as lojas, degustações, jantares harmonizados e cursos de vinhos, inclusive para grupos fechados e empresas. Atende em todo o Brasil por meio do televendas, site e lojas parceiras e também vende diretamente para restaurantes, empórios e lojas especializadas.

Serviço

World Wine Bar

SCLS 410 Bloco D Loja

Telefone: (61) 3526-6168

Horário de Funcionamento: de 18h à meia-noite

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Vinhos Dona Berta produzidos no Douro/Portugal são lançados no Brasil

VINHO.BERTA_.06

Sempre fico muito lisonjeada e animada quando sou convidada para participar de lançamentos de grandes vinhos no mercado brasileiro. No último dia 14 foi a vez da marca Dona Berta da Quinta do Carrenho, Douro/Portugal, trazidos  pela Chico Carreiro Importação e Exportação. A marca foi lançada oficialmente em Brasília durante um almoço harmonizado no Restaurante Rubaiyat. A  apresentação ficou sob a responsabilidade  do grande especialista Marcelo Copelo, considerado  um dos mais influentes formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil.

17495598_1633177566711609_1914763356_n.jpg
Su Maestri, Marly  Galvão e Marcelo Copello

Os vinhos Dona Berta são produzidos na  Quinta do Carrenho, localizada no Alto Douro/Portugal, onde utilizam as melhores e genuínas castas autoctones,   rigorosamente selecionadas. Dentre elas destacam-se: Tinta Roriz, Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca, Tinto Cão, Rabigato, Verdelho.

Vinhos-Dona-Berta.jpg
Portfolio Dona Berta

Devo dizer que fiquei muito impressionada com os vinhos que degustei, os quais irei descrever um a um. Dona Berta está sendo importado pela Chico Carreiro Importação e Exportação e os vinhos estarão em breve nas prateleiras das lojas na Capital Federal.

1º vinho: Dona Berta Rabigato Vinhas Velhas Branco, 2015

Vinho varietal produzido 100% com a casta Rabigato. No nariz aromas delicados com notas florais e frutas brancas. Com uma ótima acidez é um vinho vivaz. Sua cremosidade é absolutamente maravilhosa e o final e longo e agradável. Um vinho que ganhará complexidade, personalidade e elegância com o tempo em garrafa.

 2º vinho: Dona Berta Vinha Centenária Branco 2012

Excelente vinho branco com grande potencial para guarda. Possui ótima acidez e estrutura marcante. Aroma delicado  de flores brancas e leve toque de especiaria. O final é longo e persistente denotando um excelente vinho.

3º vinho: Dona Berta  Rabigato Garrafeira  Branco 2010

Outro ótimo varietal Rabigato, muito mineral, com nuances de vegetal e ótima evolução na taça. Gostei a boa acidez e do caráter deste vinho!

4º vinho: Dona Berta Tinto Reserva 2012

Um ótimo corte de Touriga Nacional, Tinta Roriz, Tinta Barroca, Tinto Cão e Touriga Franca, apresentando cor rubi profundo. Aroma sedutor de  frutas vermelhas maduras e  leve nuance de madeira. Na boca é surpreendente, equilibrado,  elegante, e com muita personalidade. Final longo e persistente.

5º vinho: Dona Berta Reserva Tinto Cão 2012

Foi necessário um bom tempo na taça para a evolução deste vinho, para mostrar todo seu potencial. Inicialmente os aromas de frutas foram bem evidentes, e em seguida pude observar um toque de herbáceo, e muito bem integrado com a madeira. Um vinho bem gastronômico.

6º vinho: Dona Berta Sousão 2013

 De cor vermelho opaco, com delicioso aroma de  frutos negros como, ameixa e groselha, leve floral e notas herbáceas, um toque de baunilha e chocolate compõe deliciosamente os aromas desse vinho. Taninos bem presentes e domados.  Um vinho para evoluir muito na garrafa.

Sobre a Quinta do Carrenho

 

VINHO.BERTA_.01.jpg
Vinha Centenária da Quinta do Carrenho

 A Quinta do Carrenho foi fundada pelo engenheiro Hernâni Verdelho, que há 40 anos iniciou um projeto de reconversão e beneficiação do seu património vitícola de vinhas velhas, seguida de plantação de vinhas novas que se encontram em terrenos de encosta de média altitude, com solo xistoso, e por excelente exposição solar.

A Quinta do Carrenho possui cerca de 2 hectares de vinhas de impressionantes vinhas centenárias, pré-filoxéricas (150 anos) com castas da época, algumas das quais inclusivamente já não constam do registo atual de castas do IVDP. São castas como o Casculho, o Cornifesto, a Tinta Raiz a Silveirinha, o Donzelinho e o Folgazão.

Foto-20-768x576.jpg

O resultado é um vinho de rara elegância, profundamente sedutor e com inigualável tradição. Uma tradição refletida na marca Dona Berta, nome por que toda a gente desta zona tratava a mãe do fundador.

Sobre a Chico Carreiro Importação e Exportação

A Chico Carreiro Importação e Exportação tem um conceito muito interessante:  ‘’importadora de histórias’, e são essas palavras que definem a empresa que é  representante exclusiva da marca Dona Berta no Brasil. Dirigida pela empresária Marly Galvão desde sua criação em 2016, homenageou o  avô materno Francisco Salles, conhecido como Chico Carreiro pela a sua função de carrear o gado de uma grande fazenda na cidade de Pitangui (interior de Minas Gerais), sempre montado em seu  cavalo e com os seus inseparáveis  berrante e chapéu de palha.

Diante de tanta dedicação, garra e empenho, a Chico Carreiro conquistou a confiança e credibilidade dos proprietários da vinícola para a “Abertura de Mercado no Brasil” desta já consolidada marca de vinhos na Europa. Deste modo concederam-lhe um contrato de exclusividade de importação, distribuição e revenda no Brasil.

Perfil de Marcelo Copello

Considerado  um dos mais influentes formadores de opinião da indústria do vinho no Brasil, com expressiva carreira internacional.
Eleito (por votação entre o trade) “O MAIS INFLUENTE JORNALISTA DE VINHOS DO BRASIL” pela revista Meininger´s Wine Business International, a mais respeitada publicação mundial dedicada aos negócios do vinho, com circulação em 40 países. Eleito (por votação entre o público) “Personalidade do Vinho” 2011 e 2013 pelo site Enoeventos. Publisher do Anuário Vinhos do Brasil e da revista BACO. Curador e sócio do RIO WINE AND FOOD FESTIVAL, o maior festival de vinhos da América Latina. Colaborador de diversos veículos de imprensa no Brasil e exterior e por dez anos colunista do jornal Gazeta Mercantil.
Copello tem 6 livros editados e premiados no Brasil e exterior, vencedor do prêmio Gourmand World Cookbook Award 2009 em Paris e indicado ao prêmio Jabuti. E é hoje um dos palestrante mais requisitados do país para o assunto, principalmente no mercado corporativo. Seus temas vão desde master classes sobre degustação, países e regiões, até temas lúdicos, como Degustando Frank Sinatra, Vinho & Cinema, Champagne & Jazz ou Vinho & Tango.

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Restaurante Abbraccio e Stella Artois presenteiam clientes com taça exclusiva

unnamed (12)

Ação é válida durante o happy hour e jantar  na compra de um prato principal e dois chopes Stella Artois

 O restaurante Abbraccio Cucina Italiana e a Stella Artois se uniram para proporcionar aos clientes uma experiência extraordinária com a promoção “A taça Stella Artois pode ser sua”. De 20 de março a 7 de abril, na compra de um prato principal e dois chopes Stella, os clientes serão presenteados com uma taça clássica da Stella Artois. A ação é válida em todos os restaurantes Abbraccio durante o Celebrare, tradicional happy hour da casa,  e também durante o jantar a partir das 17h30.

No Celebrare, que acontece de segunda a sexta, exceto feriados, das 17h30 às 20h,as bebidas alcóolicas têm 50% de desconto, exceto vinhos, garrafas e cervejas importadas.

 unnamed (11).jpg

Sobre o Abbraccio Cucina Italiana

A rede de restaurantes de inspiração italiana Abbraccio veio transformar o comum em extraordinário. Com uma cozinha aberta que permite aos clientes acompanharem a preparação dos pratos, o conceito une a intensidade do aroma e dos sabores característicos da culinária italiana com uma experiência sensorial única. Destaque para a hospitalidade, atendimento caloroso e um mix de produtos que são releituras de clássicos com um toque contemporâneo. A rede pertence ao grupo Bloomin‘ Brands.

 Edição: Su Maestri

Vem ai a 18ª edição do Comida Di Buteco Brasil, e a etapa Brasília será em abril/maio

unnamed (10)

Adoro esse movimento gastronômico muito democrático do Comida di Buteco Já é o terceiro ano consecutivo que o evento acontece na capital federal, e tive o prazer de participar como jurada na 1ª edição, e posso garantir que o nível é altíssimo. Este ano,  já estão confirmados 20 bares, que estarão oferecendo as melhores comidas  di Buteco da cidade. A competição promete muita comida boa e já dá pra se programar porque o evento acontecerá nos dias 14 de abril a 07 de maio.

O evento está programado para acontecer no Plano Piloto, Águas Claras, Taguatinga, Villa Planalto, Guará , Vicente Pires e Núcleo Bandeirante. O coordenador regional do evento, Elmo Santos, afirma que Brasília vem se mostrando uma cidade com potencial de desenvolvimento do concurso muito alto.

bares-vencedores-do-comida-di-buteco-bh-imagem-destaque

O objetivo do Comida Di Buteco é eleger o melhor buteco do Brasil, além de fomentar e valorizar a cozinha de raiz, enaltecendo os bares tradicionais e estimulando os pequenos empreendedores. No Brasil, ao todo, serão mais de 500 bares participantes, que criam petiscos exclusivos que passam pelo crivo do público e de um corpo de jurados para eleger o melhor buteco da cidade.

Os concorrentes são avaliados em quatro categorias: petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida. O petisco leva 70% do peso da nota, e as demais categorias, 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total, e o dos jurados, também.

São duas etapas: a eleição do melhor buteco da cidade, e a eleição do melhor buteco do Brasil – esta última feita por uma outra comissão de jurados que não participa da primeira etapa e somente com os campeões de cada cidade.

Tema de 2017: cereais

Este ano, o tema dos petiscos são os cereais. É um tema que visa estimular a criatividade e a pluralidade no uso de recursos, ingredientes e histórias. Por que cereal? O cereal está na base da cadeia alimentar do brasileiro, do norte ao sul do país. Desde que o homem começou a cultivar seus alimentos, os cereais estão presentes. No mundo todo, os cereais respondem como grupo alimentar mais consumido; em segundo lugar os vegetais e, em terceiro, o leite. No Brasil, os cereais também são o número 1 da cadeia alimentar do  brasileiro. Apresentam uma grande diversidade, portanto fonte rica para criação de receitas.

Os principais cereais do Brasil não sofrem com a sazonalidade e possuem custo baixo, permitindo receitas criativas sem incremento no preço do petisco. Os principais cereais disponíveis no Brasil são: arroz, aveia, cevada, linhaça, milho, quinoa e trigo. O preço máximo dos petiscos é de R$25,90, desafiando os butecos a serem criativos e acessíveis.

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

A chef Renata Carvalho lança menu para 3ª edição do Goût de France

obj_strip_82062_0_full.jpg

A chef Renata Carvalho, do Ancho Bistrô de Fogo, se prepara para participar pela primeira vez do “Goût de / Good France”. O festival gastronômico reúne mais de dois mil chefs de cozinha ao redor do mundo e chega à 3ª edição. Renata tem formação na cozinha de fogo e prepara uma fusão das escolas argentina e francesa.

O menu completo e exclusivo do evento será servido no jantar desta terça-feira (21) no Ancho Bistrô de Fogo. As cinco etapas serão servidas por R$180 por pessoa. O jantar começa com um toque contemporâneo, com o consommé de cogumelos, seguido por vieiras ao perfume de trufas.

Renata dá um toque de afetividade da cozinha francesa com o beef bourguignon com polenta defumada, prato tradicional da região francesa de Borgonha, conhecida pelos vinhos. Para finalizar, será servida uma seleção de queijos e a bomba de chocolate com ganache.

Serviço

Ancho Bistrô de Fogo – 3ª edição do Goût de France

Endereço: CLS 306 Sul, Bloco C, Loja 28 – Asa Sul, Brasília

Quando: terça-feira, 21 de março

Horário de Funcionamento: Terça-feira a quinta feira, de 12h às 15h e das 18h à 0h. Sexta-feira, das 12h às 15h 18h até 1h. Sábado, de 12h até 1h. Domingo, das 12h às 16h.

Telefone: (61)3244-7125

Edição: Sue Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

Hoje (22) a Uma Beer participa da 2ª sessão Cinema e Cerveja

unnamed (8)

Evento reúne cervejas artesanais, filmes e música e homenageia as mulheres na 7ª arte

Um filme na tela e uma cerveja no copo, um script perfeito para um final feliz. Estes são os personagens principais do festival “Cinema e Cerveja”, que acontece amanhã (22/03), a partir das 18h, no Curral da Corina (SOFN Quadra 1), em sua 2ª edição.

unnamed (9).jpg

No “elenco”, as cervejas artesanais Uma Beer, Corina, JinBeer, Craft Brewery, Máfia Beer e Cerrado Beer estrelam com seus barris estupidamente gelados. Para acompanhar, os coadjuvantes Nibis Brownies Especiais, com suas receitas doces como um romance, e a Don Wallace Store, ao melhor estilo western com produtos de tabacaria.

unnamed.png

O “roteiro” da noite se inicia com a palestra “A força retórica dos filmes e a mulher no cinema” com Carolina Assunção e Alves, doutora em linguística do texto e do discurso especialista em narrativas audiovisuais. Na sequência, 3 curtas dirigidos/ produzidos por mulheres: A Represa – Milena Times; Intervenções Urbanas – Lorena Figueiredo; O Mel dos Teus Lábios – Rodrigo Peres e Karina Vilela.

Para encerrar a noite, uma trilha sonora daquelas, ao som do rock’n’roll autoral e genuinamente brasiliense da banda Selvet.

Os ingressos podem ser adquiridos antecipadamente pelo site https://www.sympla.com.br/2-sessao-cinema-e-cerveja-em-brasilia__120783

2ª Sessão Cinema e Cerveja

Locação: Curral da Corina – SOFN Quadra 1 Conj B Lote 11

Elenco: Uma Beer, Corina, JinBeer, Craft Brewery, Máfia Beer e Cerrado Beer

Horário: A partir das 18h

Ingressos antecipados: https://www.sympla.com.br/2-sessao-cinema-e-cerveja-em-brasilia__120783

Classificação indicativa: 18 anos

Informações: eullerbarros@cinemaecerveja.com.br

Vinícolas brasileiras superam expectativas e fecham negócios na ordem de US$ 1,5 milhão na ProWein, Alemanha

unnamed (7).jpg

Durante a feira, estande do Wines of Brasil foi visitado por importadores e experts internacionais e a produção vitivinícola nacional ganhou destaque em publicações especializadas europeias 

 A projeção das 10 vinícolas brasileiras que participaram da ProWein – a maior feira de vinhos do mundo – foi superada em quase 60% e deve atingir US$ 1,5 milhão em vendas para o Exterior. O montante será atingido nos próximos 12 meses e foi resultado de mais de 250 contatos comerciais feitos em três dias de realização do evento. Entre os países com maior interesse pelos vinhos brasileiros estão importantes mercados para a bebida no mundo, como Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e China, e também países com procura mais recente pelo produto nacional, como Canadá e Peru.  

 As vinícolas que representaram o Brasil em sua 13ª participação na exposição encerrada nesta terça-feira (21), em Düsseldorf, na Alemanha, foram a Aurora, Basso, Casa Perini, Casa Valduga, Don Guerino, Lidio Carraro, Miolo, Peterlongo, Pizzato e Salton. A ação é do projeto setorial Wines of Brasil, desenvolvido pelo Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), por meio do Fundo de Desenvolvimento da Vitivinicultura do RS (Fundovitis), em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).  

unnamed (5).jpg

 Como de costume, a mesa coletiva que apresentou alguns rótulos campeões de concursos internacionais esteve entre as atrações principais do estande. O destaque da Get to know our Champions (em tradução livre, Conheça nossos Campeões) foram os espumantes, com 12 dos 17 produtos apresentados. 

Diego-Bertolini-.jpg
Diego Bertolini – Ibravin

“O Brasil, hoje, é reconhecido pelo trade especializado como um importante país produtor de vinhos do Novo Mundo. Além disso, somos reconhecidos internacionalmente como um produtor de espumantes de excelente qualidade. Outro destaque é a consolidação e a ampliação dos canais de distribuição dos nossos vinhos nos principais países-alvo das exportações brasileiras”, resumiu o gerente de Promoção do Ibravin, Diego Bertolini. 

 O dirigente também relatou a presença de grandes críticos no estande brasileiro na ProWein. Entre eles, o responsável pelo lendário Julgamento de Paris e fã declarado do vinho brasileiro, Steven Spurrier, da revista britânica Decanter, e Felicity Carter, editora da alemã Meininger’s Wine Business Magazine. Ambas as publicações estão entre as principais do segmento na Europa. Durante o período da feira, a vitivinicultura brasileira também figurou na capa da revista austríaca Falstaff. A matéria especial aborda os produtores sul-americanos da bebida, com destaque para o Brasil. 

 Exportação de vinho brasileiro em alta 

Em 2016, as vinícolas brasileiras ampliaram o valor das exportações para os países europeus em 10% em relação ao ano anterior, com a comercialização de US$ 1,24 milhão. Em volume, as vendas atingiram 272,2 mil litros, alta de 7,6% sobre 2015, remetidos para 11 países. No total, o vinho brasileiro foi comercializado para 36 países no ano passado. As vendas resultaram em US$ 5,9 milhões em 2016, o que representou um aumento de 45% em relação a 2015. Em volume o crescimento foi semelhante: 43% a mais, com a venda de 2,2 milhões de litros. Nos espumantes, o incremento foi de 20%, com a comercialização de 174 mil litros.  

WINES OF BRASIL LOGO

 Sobre o Wines of Brasil      

O Wines of Brasil é um projeto de promoção comercial dos vinhos, espumantes e suco de uva brasileiro no mercado externo, desenvolvido entre o Ibravin e a Apex-Brasil. O projeto conta atualmente com a participação de 32 vinícolas e tem como mercados-alvo os Estados Unidos, Reino Unido e China. Nos últimos anos, cerca de 95% das empresas que aderiram ao Wines of Brasil conseguiram dar continuidade em suas exportações, devido ao suporte e aos programas de capacitação oferecidos, entre outras ações. Mais informações podem ser obtidas nos sites www.winesofbrasil.com e www.ibravin.org.br.          

 Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

 FOTOS

Créditos: André Bezerra  
 

Cooperativa Vinícola Garibaldi processa maior safra em 30 anos

unnamed (3).jpg

 

Empresa recebeu 22 milhões de quilos de 12 municípios da Serra Gaúcha. Última colheita recorde foi registrada em 1985, com 22,7 milhões

A Cooperativa Vinícola Garibaldi festeja a safra da uva de 2017, encerrada na última semana. Desde o dia 9 de janeiro, a empresa recebeu 22 milhões de quilos da fruta, índice superado apenas em 1985, quando foram colhidas 22,7 milhões. A maior parte da safra é de produtores de Garibaldi e o restante está dividida em outros 11 municípios da Serra Gaúcha. Os números representam um aumento de 10% em relação à safra de 2015*.

unnamed (4).jpg

Do total de 22 milhões, as uvas para espumantes representam 10%, ou seja, mais de dois milhões de quilos, tornando-se o ponto forte da safra. As uvas orgânicas corresponderam a 750 mil quilos, com destaque para bordô e isabel. Essas variedades serão utilizadas para suco e vinho Da Casa.

“Uma safra necessária, capaz de repor estoques e reestabelecer a demanda crescente do mercado, recuperando o fôlego depois da quebra de safra em 2016, este é o resumo da safra em 2017”, frisa o presidente da Cooperativa, Oscar Ló.

Os resultados da safra serão apresentados aos produtores em Assembleia geral ordinária, no dia 31 de março.

*A relação é feita com a safra de 2015, considerando que a safra de 2016 apresentou uma quebra acima das estatísticas, chegando a 60%.

Cooperativa Vinícola Garibaldi realiza jantar de premiação do Gold Chef Brasil – Um seleto grupo de convidados irá degustar o prato vencedor do Gold Chef Brasil da Cooperativa Vinícola Garibaldi. Nesta sexta-feira, 24 de março, a ganhadora do concurso, Giselle Gozzi Da Rós, terá seu prato recriado pelos chefs da Escola de Gastronomia da UCS-ICIF, em Flores da Cunha, em um jantar especial de premiação, a partir das 19h30min, no Ristorante Dolce Italia, na Escola.

Sobre a Cooperativa Vinícola Garibaldi  

Presente há 86 anos no cenário da vitivinicultura brasileira e com grande preocupação ambiental, a Garibaldi leva ao público um tradicional e moderno conceito de sustentabilidade, produzindo o melhor com respeito ao ecossistema e alinhado com a demanda de consumo, feito que resultou em inúmeras premiações no mundo inteiro. Atualmente, possui 380 famílias associadas, de 12 municípios gaúchos, responsáveis pelo cultivo de 900 hectares de vinhedos. Outras informações sobre a vinícola podem ser obtidas no site www.vinicolagaribaldi.com.br.

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o.jpg

 Fotos: Maiquel Vignatti

World Wine Experience 2017 – Península Ibérica. Confira as datas em São Paulo, Rio e Brasília

 

World-Wine-Experience-

Contagem regressiva para a edição 2017 do Word Wine Experience, que acontecerá nos dias 3 e 4 de abril, em São Paulo, 5 de abril no Rio de Janeiro e 6 em Brasília. Tanto para iniciantes quanto para experts no universo do vinho, essa edição da feira tem como tema a Península Ibérica, onde reúne grandes rótulos de vinícolas tradicionais que inovam na tecnologia e na produção, e que exaltam, principalmente, a uva e as técnicas de vinificação.

e3dbdf3360b1e520931da53a37a9d27d.jpgPromovido pela World Wine, uma das maiores importadoras de vinhos do Brasil, o encontro tem como objetivo aproximar grandes produtores que compõem seu portfólio ao público interessado em enocultura, desmistificando todos os mistérios ainda presentes na bebida. Assim eles podem ter contato direto com quem produz, conhecer a história das vinícolas e as novidades, tudo isso no melhor formato: degustando!

Nesta edição, serão apresentados 13 produtores, sendo 7 de Portugal e 6 da Espanha – que representam diferentes tecnologias, dinamismo e autenticidade na produção dos vinhos.

As marcas presentes são: PORTUGAL: Herdade do Rocim, Quinta Vale Dona Maria, Carm, Quinta da Falorca, Quinta do Pessegueiro, Wiese & Krohn e Vale da Ucha. ESPANHA: Marqués de Murrieta, Vivanco, Bodega y Viñedos Valderiz, Bodegas Borsao, Pere Ventura e Bodegas e Viñedos Ponce.

Os participantes terão a disposição um buffet com pães, queijos, frios e uma seleção de produtos  da marca La Pastina.

Ingressos:

Para participar desse evento, basta comprar o ingresso através do Televendas 4003-9463 (capitais) ou 0800-880-9463 (demais localidades) e em qualquer loja World Wine. O ingresso individual custa R$150,00. Para os associados ABS-Associação Brasileira de Sommelier, Clube Paulistano, SBAV, Enocultura e estudantes do segmento de enogastronomia o valor do ingresso será de R$ 105,00.

Serviço:

World Wine Experience – Península Ibérica

SÃO PAULO-SP  

Datas: 03 e 04 de abril de 2017

Horário: Dia 03/04, das 17h00 às 22h00; e 04/04 das 15h00 às 22h00

Local: A Figueira Rubaiyat

Endereço: Rua Haddock Lobo, 1738 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01415-000

 RIO DE JANEIRO-RJ

Data: 05 de abril de 2017

Horário: das 15h00 às 22h00

Local: Prodigy Hotel Santos Dumont Airport

Endereço: Av. Almirante Silvio de Noronha, 365 – Centro, Rio de Janeiro, Brasil

 BRASILIA-DF 

Data: 06 de abril de 2017

Horário: das 15h00 às 22h00

Local: Bier Fass Lago

Endereço: SHIS QL 10, Lote 1/30 / Lago Sul – Brasília – DF – Cep 71630-100

 

Lojas World Wine

Brasília

Asa Sul – Scls quadra 410 bloco C – loja 34

São Paulo

Rua Padre João Manuel, 1269 – Jardins – Tel. 3085-3055

Rua Amauri, 255 – Itaim Bibi – Tel. 3168-1255

Wine Bar Modi  Rua: Jacques Félix, 626, Vila Nova Conceição

Ribeirão Preto

Rua João Penteado, 420 – Boulevard – Tel. 16 3931-6008

Rio de janeiro

Shopping Mall – 1º piso – Tel. 21 2422-4614

Bossa Nova Mall – Loja 1008B/Piso Terreo

World Wine Experience – Península Ibérica

SÃO PAULO-SP  

Datas: 03 e 04 de abril de 2017

Horário: Dia 03/04, das 17h00 às 22h00; e 04/04 das 15h00 às 22h00

Local: A Figueira Rubaiyat

Endereço: Rua Haddock Lobo, 1738 – Jardim Paulista, São Paulo – SP, 01415-000

 RIO DE JANEIRO-RJ

Data: 05 de abril de 2017

Horário: das 15h00 às 22h00

Local: Prodigy Hotel Santos Dumont Airport

Endereço: Av. Almirante Silvio de Noronha, 365 – Centro, Rio de Janeiro, Brasil

 BRASILIA-DF 

Data: 06 de abril de 2017

Horário: das 15h00 às 22h00

Local: Bier Fass Lago

Endereço: SHIS QL 10, Lote 1/30 / Lago Sul – Brasília – DF – Cep 71630-100

Preço dos ingressos:

R$150,00 para compras a partir do dia 18 de março até o dia do evento.
R$105,00 para associados ABS, Clube Paulistano, SBAV, Enocultura e estudantes do segmento de enogastronomia (mediante a apresentação de documento que comprove vínculo).

Os ingressos podem ser adquiridos nas lojas da importadora.

Lojas World Wine

Brasília

Asa Sul – Scls quadra 410 bloco C – loja 34

São Paulo

Rua Padre João Manuel, 1269 – Jardins – Tel. 3085-3055

Rua Amauri, 255 – Itaim Bibi – Tel. 3168-1255

Wine Bar Modi  Rua: Jacques Félix, 626, Vila Nova Conceição

Ribeirão Preto

Rua João Penteado, 420 – Boulevard – Tel. 16 3931-6008

Rio de janeiro

Shopping Mall – 1º piso – Tel. 21 2422-4614

Bossa Nova Mall – Loja 1008B/Piso Terreo

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

 

Blog no WordPress.com.

Acima ↑