Bacalhau: forma de preparo X vinhos para harmonizar. Tem receita no blog

 

Garden_Lombo-de-bacalhau-com-creme-de-milho-e-brócolis-e-cebolinha-caramelada002_credito-Rodrigo-Azevedo.jpg

A estrela da mesa na comemoração de Páscoa é sempre o bacalhau, mas cada pessoa possui uma receita ou uma forma de fazer diferente. Neste momento também sempre há a dúvida com relação a harmonização: Tinto ou branco? Para resolver essa questão, a equipe de Sommeliers da Wine.com.br, mandou para o Blog Vinho Capital, mandou muitas dicas de preparo e harmonização, e explica que o peixe não é o único ponto a ser levado em consideração para a escolha do vinho que acompanhará.

Seu modo de preparo – se é frito, marinado, assado, confitado, com molho ou sem – e todos os outros ingredientes influenciam no sabor, textura e no peso do prato, o que muda também as possibilidades de vinho para acompanhar. Os Sommeliers indicam oito opções de vinhos para quatro maneiras diferentes de preparo do bacalhau. Confira!!

Bacalhoada

vpiuhfr

Em linhas gerais, harmonização é a busca do equilíbrio, um sabor não pode se sobressair ao outro. A bacalhoada tradicional de páscoa, feita com pimentão, azeitona preta, cebola, azeite e mandioquinha possui bastante untuosidade que combina com o rótulo francês Mommessin Fleurie Domaine De La Presle AOC 2014 que tem taninos macios e boa acidez. Se preferir um vinho branco, os Sommeliers da Wine indicam o rótulo Morgado de Sta. Catherina DOC Bucelas 2013 que é volumoso e com boa estrutura.

Bolinho de bacalhau

Receita-fácil-Bolinho-de-Bacalhau (1).jpg

Por ser frito, este petisco pede um vinho fresco com notas cítricas que neutralizam a gordura do bolinho. O rótulo Artefacto D.O.C. Vinho Verde 2015 tem aromas de frutas e flores e frescor marcante, além de um paladar leve e delicada presença de gás. Outra sugestão é o espumante Veuve D’Argent Blanc de Blancs Brut que é leve, tem notas delicadas de amêndoas, nozes e minerais. Segundo a Equipe de Sommeliers da Wine.com.br, este espumante ajudar a limpar a untuosidade da fritura.

hiuhiç

Lasanha de bacalhau

 gil.jpg

Esta versão leva muitos ingredientes. Além da massa, também tem o molho de tomate com queijo parmesão e creme de leite, além de muito alho, cebola e azeite. Para aumentar a intensidade gustativa desses sabores, a sugestão é o rótulo Carpineto Dogajolo I.G.T. Toscano Rosato 2015 que além de ter um toque frutado que realça o sabor do molho, tem também boa acidez que ampara a gordura dos queijos. Já o vinho branco Sburoun Bianco Rubicone IGT 2014 agrega um sabor marcante à lasanha, tem boa complexidade aromática e paladar intenso.

dogajolo-rosato

Ceviche de bacalhau

 O ceviche é um prato da culinária peruana fresco e bastante consumido no Brasil. O seu preparo consiste em cortar cubos de bacalhau fresco e deixá-los marinando no limão, outros ingredientes como a batata doce (acompanhamento), a cebola, coentro, pimenta e azeite são adicionados. O Espumante Fantinel D.O.C. Prosecco Extra Dry tem notas de frutas cítricas e acidez similar ao do prato, o que equilibra os sabores. Já o Canepa Novísimo Sauvignon Blanc 2016 é um branco leve com aromas de abacaxi, maracujá e pera, notas de limão e ervas frescas, refrescante igual o ceviche.

Receita-de-Ceviche-16 (1)

prosecco_extra_dry_doc

Edição: Su Maestri

963730_736025869760121_1590637826_o

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: